Quando a comunicação social se suicida

Depois de se ler este artigo, publicado no jornal I no dia 20 de Agosto de 2013, fica-se a pensar na crise dos media. Hoje em dia é óbvia a falta de artigos que façam os leitores ficarem colados ao jornal, que os incentive a comprar jornais ou a fazerem subscrições online. Nuno Ramos de Almeida refere que «é a comunicação social que está a decretar o seu próprio suicídio», ora a diminuição da compra de jornais deve-se precisamente às opções tomadas pelos próprios jornais, que não estão dispostos a pagar por trabalhos sérios e apenas se preocupam em ter lucro.

O artigo baseia-se na história de uma jornalista italiana que está na Síria a cobrir uma guerra civil, sendo uma correspondente freelancer, que trabalha sem seguro nem protecção. Nuno refere que o texto que essa jornalista escreveu para o Columbia Journalism Review é «um manifesto contra o fim do jornalismo morto pelo sensacionalismo, pelo simplismo e pela perda de qualidade a coberto do economicismo tacanho».

Conclui-se que são precisas mais histórias contadas por pessoas como Borris, que estão no terreno, sem garantias nem salário certo, devendo colocar-se de lado «o simplismo e o sensacionalismo», não devendo haver mais «cortes abruptos na qualidade da comunicação social». Tal como Nuno Ramos de Almeida diz: «Os leitores continuam a querer compreender aquilo que acontece no mundo e isso exige um jornalismo que vá para além da histeria das aparências, feito por jornalistas que vão aos locais para contar as histórias e entender as pessoas e as suas circunstâncias».

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s