Cuba abre a imprensa, mas com restrições

 

Inspirado pelo formato soviético, a política informativa de Cuba consistiu em estigmatizar a “democracia capitalista” e glorificar as realidades cubanas, não publicando nada susceptível de ser utilizado como munição pelos EUA. Mas desde o arranque das liberalizações socioeconómicas empreendidas por Raúl Castro, a política oficial é de fomentar a abertura dos órgãos de informação, a crítica e a denúncia, ainda que dentro de canais restritos.

“Há que informar sobre as insuficiências, sobre a corrupção, sobre os problemas que temos e os erros que se cometem no país. Estamos a ser exigentes nesse aspecto, mas também devemos ser suficientemente responsáveis para abordar os problemas”, quem o diz é o presidente do Sindicato de Jornalistas de Cuba, Antonio Moltó. “Não vamos começar a minimizar tudo o que a revolução fez, porque nós, jornalistas, somos revolucionários”.

O diagnóstico dos problemas dos politizados e aborrecidos meios de comunicação social cubanos é claro, mas há poucas soluções para que deixem de o ser. “Leio imprensa e parece-me que a de ontem dizia o mesmo”, queixa-se a jornalista Dalia Reyes. Acostumados à auto-censura para evitar problemas, os redactores não denunciam a corrupção e as más gestões porque duvidam dos limites e têm receio das fontes.

No governo há um sentimento de ânimo dado pela mudança de mentalidade. Mudança que é difícil de se fazer valer na imprensa, escassa de meios e dizimada pelo êxodo de jornalistas mal pagos e que fazem trabalho por conta própria. A directora da Agência de Informação Nacional, Edda Diz, reconhece que um jornalista cubano muitas vezes não dispõe de um telemóvel e utilizam o telefone pessoal para trabalhar.

Recentemente o vice-presidente do governo cubano, Miguel Díaz Canet, admitiu que com internet e redes sociais as proibições não têm sentido: “As notícias boas e más, as manipuladas e as verdades circulam pelas redes sociais e chegam às pessoas. O pior é o silêncio”.

 

http://internacional.elpais.com/internacional/2014/04/07/actualidad/139896066_516518.html

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s