Vitória Jornalística

Vitória Jornalística

O poder de agência dos média, há tanto tempo adormecidos com informações pífias e desnecessárias, ganhou uma batalha importante contra o cinismo dos tempos. Hoje temos conhecimento de que tanto o Washington Post como o The Guardian receberam o prémio Pulitzer para serviço público.

Todos podemos ter opiniões diversas sobre de que forma as revelações mudaram a percepção que temos dos vários governos envolvidos com actividades pouco recomendáveis. Porém, temos de perceber que estas notícias, disseminadas pelos média em todo o mundo, são a prova de que o jornalismo ainda tem um papel importante a cumprir.

Quer seja ou não agradável, a verdade criou uma série de reformas cruciais. A principal terá sido a do governo Obama, que rapidamente procurou perceber a verdadeira dimensão das imensas agências secretas que proliferam incontrolavelmente: “On the back of the disclosures, President Obama ordered a White House review into data surveillance, a number of congressional reform bills have been introduced, and protections have begun to be put in place to safeguard privacy for foreign leaders and to increase scrutiny over the NSA’s mass data collection.”

Edward Snowden, figura principal desta nova era de full disclosure, deve sentir-se feliz. Embora tenha perdido a chance de se tornar um célebre desconhecido, Snowden ficará para sempre recordado como uma personagem mítica – uma espécie de Garganta Funda, tão importante no caso Watergate como o ex-funcionário da NSA é no nosso tempo.

A democracia, que depende da capacidade de jornalistas conseguirem espelhar a verdade do mundo moderno, ganha novo fôlego. Poderemos dizer que houve consequências nefastas, mas este prémio ilumina o caminho para jovens jornalistas. Esses, tentando fazer do seu trabalho um exemplo a seguir, devem sempre ter em conta o dever de informar imparcialmente os seus leitores.

É devido a láureas como esta que podemos ter esperança numa contínua necessidade pública do jornalismo. Os jornais podem falir, mudar e adaptar-se mas, crise ou não, as palavras escritas pelos profissionais terão sempre um impacto na vida daqueles que deles dependem.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s