Jornalistas: uma ameaça para as forças anti-Kiev

O clima na Ucrânia é instável e isso não facilita o trabalho dos jornalistas nesse país. O “Reporters Without Borders” expressou a sua preocupação perante as ameaças que os media locais sofrem na Ucrânia. O grupo revelou que as forças anti-Kiev começam a marcar os jornalistas já que a população confia neles. A “Reporters Without Borders” disse também que os grupos anti-Kiev não querem perder a sua força para os jornalista. Isso pode causar uma certa tensão e ter um “impacto desastroso”.

O mais alarmante é a quantidade de jornalistas e membros de equipas de reportagem que já foram atacados, presos e feitos reféns. O “Comittee to Protect Journalists” estima que 42 pessoas ligadas aos media foram atacadas enquanto cobriam os protestos anti-governamentais em Kiev. Mas não são apenas os media locais que sofrem. Repórteres da CBS, BuzzFeed e Sky News, por exemplo, já foram detidos por grupos pró-Russia.

Esta situação é preocupante já que os jornalistas se encontram em risco a fazer o seu trabalho: transmitir informação à população. 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s