Estudo da Chartbeat confirma que as pessoas não leem os artigos que partilham

Embora não seja um tema novo, este artigo da Time mostra-nos que não há uma correspondência entre a partilha de artigos nas redes sociais e a leitura efetiva. A revista cita um estudo da Chartbeat, uma empresa norte-americana especializada em medir o tráfego Web em tempo real, que revela que muitas pessoas passam apenas alguns segundos num artigo antes de o partilharem. Ou seja, lá porque uma história tem muitas partilhas, não significa que as pessoas a leem de facto.

Esta conclusão vai ao encontro da conhecida teoria de Jakob Nielsen, um dos nomes mais reputados da usabilidade Web, de que a leitura online é tipicamente descontínua e fragmentada: as pessoas “raramente leem as páginas Web palavra a palavra. Em vez disso, elas ‘varrem’ a página com o olhar, selecionando palavras individuais e frases”.

Porém, o estudo da Chartbeat vai mais longe. Se a partilha é feita poucos segundos depois das pessoas entrarem na página, quer dizer que muitas delas não leem mais do que o título e o super lead. É paradoxal: numa altura em que o storytelling prolifera na Web, com múltiplos sites e plataformas dedicados à leitura longa e contínua, o aparente desencontro entre a oferta e aquilo que os leitores procuram não podia ser maior.

Referências:

Time, People Aren’t Actually Reading the Stories They Tweet.
Nielsen Norman Group, Jakob Nielsen.
Nielsen Norman Group, How Users Read on the Web.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s