Who’s behind that tweet?

O Nieman Journalism Lab publicou um artigo interessante, intitulado Who’s behind that tweet? Here’s how 7 news orgs manage their Twitter and Facebook accounts, que traz à luz como é que grandes organizações como o caso de AP, CNN, NBC News, The New York Times, USA Today, and The Wall Street Journal gerem as suas redes sociais. Será que os tweets que invadem os nossos feeds têm um dedo humano ou simplesmente são fruto de um robot?

No caso da Agência Associated Press, Eric Carvin, editor de social media defende a criação de tweets por acção humana. O director explicou que os 140 caracteres disponíveis dão mais espaço do que um título num site noticioso para criar algo de atraente e convincente e acrecenta : Also, if you look at Twitter in particular, the Twitter Card design — where a tweet opens up to reveal more information about the link — will show the same headline twice if you use it as the text of your tweet.

Uma posição que é, similarmente, defendia por, Ryan Osborn, vice-presidente de inovação e integração estratégica da NBCUniversal News Group, que acredita que os post gerados manualmente conseguem um maior envolvimento por parte dos leitores.“We do experiment with auto-generated feeds on smaller vertical accounts, but our data shows that users are more likely to engage with a person than a bot. A person also creates an added layer of editorial care when a story moves from the web to being promoted on social media.”

No caso do New York Times existe uma conjugação entre os tweets gerados automaticamente e os que são criados por redactores. No segundo caso encontra-se as histórias que o jornal acredita que necessitam de ser divulgadas com algum sentimento, o que só é possível através do pensamento humano, tal como defende Daniel Victor, editor de social media . Ou quando os conteúdos interessantes como fotos ou estatísticas que merecem tweets destacados do corpo da notícia.

O editor reconhece que os tweets gerados manualmente, por regra, merecem uma maior atenção por parte dos seguidores. “By most measures — including clicks, retweets, favorites, and responses — handwritten tweets outperform autotweets”, explica Daniel Victor.
Contudo, os tweets automáticos também assumem vantagens nomeadamente ao nível da velocidade, confiança e redução de tempo de trabalho dos jornalistas.
“We aim to have a balance of the two that gives us the benefits of both; it allows us to be both timely and engaging, while still being able to spend time on additional newsroom priorities”, conclui o editor do New York Time.

“Engagement” é o principal objectivo do The Wall Street Journal que dá primazia aos posts criados pela acção humana. A conta @ WSJ é vista como uma “página” do The Wall Street Journals que visa oferecer aos seguidores as notícias mais recentes, bem como uma mistura cuidadosa de análise em profundidade, as características, e, sobretudo, a interacção com o público direto.

“We value the intimacy and immediacy that our @WSJ Twitter account offers to our followers and we know from our data and from Twitter’s own analytics that tweets that are written manually, rather than being automated lead to greater engagement, which is ultimately our goal”, revelou Allison Lichter, editor de social media

Segundo a exposição feita no Nieman Journalism Lab a acção humana na gestão das redes socias continua a configurar no plano de preferências das organizações de media, numa época em que a afirmação do jornalismo robot está em debate.

Toda a informação disponível em http://www.niemanlab.org/2014/05/whos-behind-that-tweet-heres-how-7-news-orgs-manage-their-twitter-and-facebook-accounts/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s