desenham-se notícias

"Burkina Faso visual report", por Olivier Kugler

“Burkina Faso visual report”, por Olivier Kugler

Esse é um pequeno post. Quase uma listinha de referências, a partir de uma matéria que li recentemente sobre o revival das reportagens ilustradas no jornalismo contemporâneo. O gênero (que tem como ícone o jornalista Joe Sacco) ganhou fôlego com a expansão da comunicação digital: que, por um lado, abriu novas possibilidades de produção e compartilhamento e, por outro, valorizou a experiência estética do storytelling.

Carrie Ching, com trabalhos nessa área para Vice e Center for Investigative Reporting, observa que o gênero se tornou mais popular e hoje é bem mais aceito no circuito mainstream. “Agora as pessoas me procuram com ideias e histórias que eles querem que eu produza seguindo o meu estilo, isso é empolgante”, afirmou em entrevista à Columbia Journalism Review.

“Acho que isso está acontecendo porque a internet é um meio extremamente visual”, declarou Erin Polgreen em entrevista, no final do ano passado, ao Columbia Visuals (projeto do departamento digital media da Columbia Journalism School). Erin fundou, em 2012, a revista Symbolia, publicação para tablets que conta histórias reais por meio de banda desenhada, infografia, animação e outros recursos visuais. “Estamos, basicamente, transformando as notícias em arte”, afirmou Erin em vídeo sobre o projeto, citado em matéria do instituto Poynter sobre o projeto

No ano passado, a Al Jazeera produziu sua primeira “novela gráfica” para discutir um assunto árido, tanto para compreender como para abordar: big data. “A cobertura da média sobre o assunto é geralmente densa, cheia de jargões e difícil de entender”, afirmou Mark Coatney, um dos executivos da empresa. A Al Jazeera declarou que, ao optar por um caminho mais leve, na forma de quadrinhos, buscou ao mesmo tempo divertir e educar os leitores, fornecendo uma sólida base sobre o assunto, para que, a partir daí, eles pudessem começar a fazer suas próprias perguntas.

A categoria contempla denominações e especialidades como drawn journalism, comics journalism, graphic journalism ou visual journalism. Cada especialidade dessas revela trabalhos incríveis, que abrem portas para outros tantos projetos, autores, temas e discussões referentes a esse campo. Alguns links para se inspirar (ou criticar) e alimentar nossa discussão sobre o conceito, os desdobramentos e fronteiras do jornalismo contemporâneo:

http://illuspress.com/
http://wendymacnaughton.com/#portfolio#journalism01
http://www.janethamlin.com/
http://www.juhaszillustration.com/index.php?gallery=gallery/Reportorial
http://ourmoderntimes.tumblr.com/
http://projects.aljazeera.com/2014/terms-of-service/#1
http://reportager.uwe.ac.uk/about.htm
http://reportager.uwe.ac.uk/projects13/reportager_paper1.pdf
http://www.olivierkugler.com/syrian_refugees/
http://www.theguardian.com/world/2012/dec/04/burkina-faso-portraits-poverty-hope
http://www.theguardian.com/world/interactive/2012/dec/04/olivier-kugler-in-burkina-faso?CMP=twt_gu
http://newsillustrator.com
http://www.washingtonpost.com/news/drawing-dc-together
http://www.symboliamag.com

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s