Google a três passos do Jornalismo Digital

Digital News Initiative (DNI) é o nome da parceria entre a Google e alguns dos principais editores de media europeus. O novo projeto, apresentado dia 27 de Abril, tem como principal intuito apoiar o jornalismo de qualidade na Europa por meio da tecnologia e da inovação. O acordo conta com um investimento de 150 milhões de euros por parte do motor de busca para projetos que “apresentem novas abordagens para o jornalismo digital.” O investimento no digital dita o presente e o futuro do jornalismo.

Espanhóis como El País, Unidad Editorial, Grupo Vocento, Grupo Godó, Grupo 20minutos e El Confidencial; franceses como Les Echos; alemães como FAZ; britânicos como Financial Times e The Guardian; holandeses como o NRC Media; italianos como o La Stampa e alemães como o Die Zeit, firmaram uma parceria com o Google tendo em vista três áreas de atuação. O desenvolvimento de produtos, o apoio à inovação e a formação e investigação contam ainda com o apoio de organizações como European Journalism Centre, o Global Editors Network e a International News Media Association.

Um pequeno passo de bébé pretende tornar-se gigante e alcançar outros editores de media europeus. De acordo com Carlo D’Asaro Biondo, responsável da empresa pelas parcerias estratégicas na Europa, o desejo não é de agora e a nova parceria permitirá “trabalhar lado a lado com editores de notícias e organizações de jornalismo, ajudando a desenvolver modelos mais sustentáveis para o sector da produção de notícias.”

Três áreas, uma iniciativa

Aumentar receitas, gerar tráfego e envolver as audiências são as palavras de ordem para esta iniciativa. A primeira área conta a criação de um grupo de trabalho onde questões como a publicidade, o vídeo, as aplicações, os conteúdos jornalísticos pagos assim como a análise dos dados serão o foco de atenção.

Desenvolvimento de competências e especialização tecnológica são dois vetores fundamentais na segunda área de investimento. A criação de equipas em Paris, Hamburgo e Londres para “trabalharem com redações nas competências digitais” conta, entre outras organizações, com o apoio da Hack/ Hackers, que alia as competências de jornalistas a tecnólogos.

Uma iniciativa aberta a qualquer trabalhador apaixonado pela inovação na indústria noticiosa, a editores a atuar no mercado de trabalho e a startups com raízes tecnológicas. A criação de bolsas para investigação assim como a elaboração de um relatório pela Reuteurs Institute Digital sobre o consumo de notícias e o comportamento dos utilizadores em 20 países europeus fazem parte da agenda deste projeto.

À semelhança do diretor- executivo da International News Association, concordo que a aposta no digital vem ditar um futuro promissor para os jornalistas na medida em que além de desenvolverem competências técnicas criam a oportunidade única de explorar as potencialidades do online. 

Fontes consultadas:

http://www.publico.pt/tecnologia/noticia/google-faz-parceria-com-editores-de-media-europeus-e-investe-150-milhoes-de-euros-1693857?page=-1

http://www.sabado.pt/dinheiro/detalhe/google_investe_150_milhoes_e_faz_parceria_com_oito_editores_de_media_europeus.html

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Nacional/Media/Interior.aspx?content_id=4537601

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s