Periscope: mas afinal o que é isso?

id121028

“Just over a year ago, we became fascinated by the idea of discovering the world through someone else’s eyes. What if you could see through the eyes of a protester in Ukraine? Or watch the sunrise from a hot air balloon in Cappadocia? It may sound crazy, but we wanted to build the closest thing to teleportation. While there are many ways to discover events and places, we realized there is no better way to experience a place right now than through live video. A picture may be worth a thousand words, but live video can take you someplace and show you around.”

É assim que Kayvon Beykpour e Joe Bernstein descrevem a mais recente aplicação que desenvolveram. O Periscope. Mas afinal o que é isso? Não é nada mais nada menos do que uma aplicação gratuita de transmissão de vídeo em direto para o sistema operacional iOS da Apple – mas calma que a versão android deverá ser lançada no próximo mês. Nada de novo, portanto. A surpresa está no 1 milhão de utilizadores que conquistou em apenas dez dias após o seu lançamento a 26 de março de 2015. Data essa em que foi comprada pelo Twitter por cerca de 100 milhões de dólares.

O seu funcionamento é simples. Basta aceder à conta através de um smartphone e percorrer o feed onde estão presentes todas as pessoas e páginas seguidas pelo usuário. E também pode transmitir vídeo em direto para quem quiser ver online. Para além disso, existe uma  enorme base de vídeos de todo o mundo que podem ser vistos em qualquer lugar. Tal como o snapchat, os livestreams estão ativos durante 24 horas e ainda podem ser comentados ou partilhados.

O sucesso desta nova aplicação deve-se em grande parte a celebridades e meios de comunicação como o nosso querido Observador que acaba de comemorar um ano e partilhou em direto imagens no Periscope da sua festa de aniversário. Os utilizadores estão a multiplicar-se dia após dia e inicia-se uma nova etapa no jornalismo digital. Esta app revela-se assim um novo desafio e uma ótima oportunidade para as redações abrirem às portas a um novo jornalismo que é composto por uma grande percentagem de jornalistas cidadãos interessados em capturar os melhores momentos de todos os dias. É caso para dizer: digam olá ao jornalismo do futuro.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s