Snapchat: um novo desafio para o jornalismo «contador de histórias»

No início de 2015, o The New York Times lançou-se no Snapchat, uma app para telemóveis e tablets que tem vindo a ganhar preponderância e destaque nos últimos tempos. Lançado em 2013, o Snapchat permite aos seus utilizadores criarem as suas próprias «histórias», através de vídeos ou imagens, podendo acrescentar-lhe desenhos e/ou descrições.

A questão colocou-se então: como é que um órgão de referência poderia entrar numa aplicação conhecida pelas «selfies» de fraca qualidade? Em primeiro lugar, foi necessário terminar com esse preconceito. Afinal, o Snapchat acaba por ser o sítio ideal para organizar «short stories» e é de facto menos passivo do que muita gente pode pensar. Embora pareça complicado definir o que é uma boa «história» no Snapchat, as melhores acabam por ser as pessoais, as que criam um efeito visual interessante para o utilizador. O desafio foi colocado aos jornalistas do The New York Times e estes, de forma surpreendente, aceitaram-no de bom grado.

Cada jornalista tem a possibilidade de entrar na conta do The Times e transmitir a sua «história», o seu ponto de vista sobre um determinado assunto. Repórteres de vídeo, jornalistas, editores, colunistas, entre outros, têm a possibilidade de contar uma «história» ao seu próprio estilo.

As «histórias» do Snapchat caracterizam-se pelo seu lado mais pessoal, sendo também mais diretas do que as do Facebook, Instagram ou Twitter. Além disso, não há qualquer tipo de edição de fotografia ou vídeo ou a possibilidade de criar rascunhos.

Segundo a produtora de web e notícias, Valeriya Safronova, a vantagem do Snapchat é «a sua casualidade e o facto de ser um meio de comunicação divertido. Não há qualquer tipo de cuidados para tirar uma foto ou criar um vídeo». Safronova conta ao The New York Times o exemplo da recente Met Gala, na qual «Madonna repreendeu o seu par ou Anne Hathaway brincou com o facto de ter usado «sneakers» durante o jantar».

O The Times promete continuar nesta onda dos «snaps» de novas formas e prometendo escutar o que a sua audiência lhe tem para dizer. Fica a dica para quem quiser seguir este órgão de referência no Snapchat: é só adicionar thenytimes.

Fonte: http://www.nytimes.com/times-insider/2015/05/18/snapchat-a-new-mobile-challenge-for-storytelling/?_r=3

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s